>A Hora das Bruxas

>
Rice, Anne
Rio de Janeiro: Rocco, 1994

Livro excelente! Muito bem escrito, com um pano de fundo muito bem elaborado.

O livro se divide em duas partes: a primeira é da apresentação dos personagens, girando em torno da família Mayfair, da Louisianna. Alguns vão sumir, só serviram para dar um ponto de vista sobre a família; e outros vão continuar. A história é muito bem desenvolvida, com muito suspense.

A segunda parte é um relatório sobre a família Mayfair, a história dela, onde aprendemos que se inicia desde o século XVII, com uma mulher que se considerava bruxa, e continua até os dias de hoje, ou melhor, até o fim dos anos 80 do século passado…

Uma história sensacional, sem dúvida.

Trecho:
Por que os pátios das quatro estalagens da cidade estavam lotados de cavalos e carruagens? E por que tanta gente se alvoroçava, falava e apontava para a janela alta e gradeada da prisão acima do palanque e depois para a horrenda pira?
Teria algo a ver com a festa de São Miguel, que seria no dia seguinte?
Não houve uma pessoa a quem eu perguntasse que hesitasse em me esclarecer que tudo aquilo não tinha nada a ver com o santo, embora essa catedral fosse a ele dedicada, a não ser que houvessem escolhido o seu dia para melhor agradar a Deus e a todos os seus anjos e santos com a execução da bela condessa que deveria ser queimada viva, sem direito a ser estrangulada antes, de modo a servir de exemplo para todas as bruxas das redondezas, que eram inúmeras, embora a condessa não houvesse denunciado absolutamente nenhuma das suas cúmplices mesmo submetida a torturas indescritíveis, tão forte era o poder do demônio sobre ela. Mas os inquisidores iam descobri-las de uma forma ou de outra.

Resenha de Patrícia “Fimbrethil”

One thought on “>A Hora das Bruxas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *